Apresentação

cropped-mascaras.jpg

Nascido no dia 27 de setembro de 2012, o GRUPO PERSONNA desenvolve estudos e pesquisas científicas na área de criminalidade, violência, perversão e “psicopatia”. Funciona na Universidade de Brasília, no DF, em parceria com universidades regionais e nacionais. É composto, atualmente, de dois professores coordenadores, cerca de 40 alunos de graduação, mestrado e doutorado, envolvidos nas diferentes pesquisas, de diferentes instituições tais como a UnB, a UNIP, o IESB,  a UFF e a UFRJ, além de profissionais da área da psicologia, direito, serviço social, sociologia, antropologia, economia, segurança pública e psiquiatria.

Entretanto, possuímos um olhar diferenciado, que aborda, muito mais, os diversos fatores que contribuem para a ocorrência e manutenção destes eventos e, sobretudo, com uma observação a partir daqueles que os cometem.

O grupo é o primeiro, no Brasil, a dedicar-se ao estudo e pesquisa de tão relevante tema. É um dos poucos grupos, no mundo, a estudar esta questão. Além do mais, as disciplinas de graduação, ministradas nas universidades brasileiras, abarcam puramente questões jurídicas e forenses, não se dedicando, detalhadamente, à análise dos fatores que contribuem para a violência. Tampouco existem estudos significativos no que se refere a programas de prevenção. Assim, o Personna apresenta uma característica vanguardista que preocupa-se com a prevenção da violência e a compreensão aprofundada das características que contribuem para sua manutenção e crescimento.

Poucos estudos na área de Psicologia Clínica e do Direito têm sido realizados no sentido de promover conhecimento que embase políticas de prevenção à violência.

A maioria dos esforços científicos são voltados ao combate à violência já exercida ou o tratamento posterior, de vítimas e agressores.

Os casos de violência crescem a cada dia, tanto em quantidade como em contundência. O impacto dela sobre o restante da sociedade produz danos incalculáveis e não somente vítimas diretas são afetadas por ela mas, de acordo com os dados do Atlas 2010 da Organização Mundial da Saúde, cerca de cinco pessoas pertencentes ao círculo mais íntimo destas vítimas, são também gravemente atingidas. A violência afeta a economia, a saúde coletiva e individual, provoca impactos sociais relevantes e demanda políticas públicas cada vez mais complexas e atuais para dar conta do crescente número de casos.

Para a realização desta tarefa, o grupo tem dedicado-se a pesquisar os mais renomados autores nacionais e internacionais, tanto da área de violência quanto das áreas correlatas (sociologia, antropologia, economia, serviço social, pedagogia, psicologia, direito, segurança pública e psicanálise), visando embasar técnica e clinicamente, a produção de artigos científicos, propostas de pesquisas e ações consequentes, seja a nível individual, seja a nível público. A participação em eventos nacionais e internacionais também é estimulada.

Nos interessam, ainda, a intervenção precoce, a intervenção em crise e o atendimento em rede.

O QUE ESTAMOS FAZENDO

Publicaremos o primeiro livro brasileiro com um olhar diferenciado sobre a questão da violência no Brasil – composto por capítulos que abrangem as diversas facetas da violência contemporânea e que são frutos de pesquisa acadêmica e da produção dos artigos científicos que comporão a obra.

Temas tratados em nosso livro: cyber bullying; casos famosos de violência; assassinatos em série; canibalismo; sofrimento mental & violência; masculinidades; perversão & arte; avaliação psicológica da violência; violência feminina; violência religiosa e, direitos humanos

OUTROS TRABALHOS

A equipe do Personna já viu nascer algumas teses e dissertações. Dentre elas, as de mestrado dos psicólogos Bruno Costa (sobre agressores sexuais) e a de Josimar Alcântara (sobre Alienação Parental).

O Personna também presta consultoria a órgãos do governo, no sentido de prestar assessoria quanto ao gerenciamento se assuntos de segurança, de direitos humanos e do sistema prisional.

O diálogo com a imprensa dá-se em ambos os sentidos, quando o grupo decide pronunciar-se sobre tema relevante ou quando é procurado para falar sobre algum assunto específico.

Nossos profissionais realizam intervenções e atendimentos (individuais e institucionais) no sistema prisional, na área forense e de saúde mental.

EM SUMA…

O Personna não acredita em causas únicas da violência. Tampouco fazemos apologia a ela, antes, procuramos compreendê-la para buscar alternativas. Seguimos, à risca, a Declaração Universal dos Direitos Humanos, primando pela Ética e pela Alteridade. Desta forma, nosso olhar recai sobre seres, tão humanos quanto nós. Aqueles que fizeram da violência sua forma de comunicação por não conhecerem ou não conseguirem manejar suas emoções de outra forma.

FALE CONOSCO:   grupopersonna@gmail.com

__________________________________________________________________________________

CRÉDITO DA IMAGEM:

Título: Máscaras de Veneza. Autor: Jorge Simão Meira.

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s